14 milhões de brasileiros podem cair na malha fina do Imposto de Renda; descubra o motivo

Lançado portal de notícias do FGTS Digital
6 de maio de 2022
Comunicação de Acidente de Trabalho: entenda o que é e o que acontece com empresas que não emitem o documento
24 de maio de 2022

14 milhões de brasileiros podem cair na malha fina do Imposto de Renda; descubra o motivo

O prazo final para envio da declaração do Imposto de Renda de 2022 termina em três semanas. Até o dia 31 de maio, cerca de 14 milhões de contribuintes ainda devem prestar contas ao Fisco. Porém, diante do número expressivo de pessoas que deixam a obrigação para o último instante, os técnicos da Receita Federal já cogitam a possibilidade de caírem na malha fina.

14 milhões de brasileiros podem cair na malha fina do Imposto de Renda; entenda o motivo. (Imagem: FDR)

De acordo com o último balanço realizado no dia 4 de maio, 20.079.294 declarações foram entregues. O número equivale a menos de 60% do total de 34,1 milhões de declarações do Imposto de Renda que devem ser entregues em 2022. Lembrando que o programa para prestação de contas já está disponível para download.

Em 2022, devem declarar o Imposto de Renda os brasileiros que:

  • Quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2021;
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados, exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40 mil;
  • Quem obteve receita bruta anual com valor acima do limite de R$ 142.798,50 decorrente de atividade rural;
  • Quem tinha posse ou a propriedade, em 31 de dezembro de 2021, de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil;
  • Quem obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto;
  • Quem realizou operações em bolsas de valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas;
  • Quem optou pela isenção do imposto sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais;
  • Quem passou à condição de residente no Brasil, em qualquer mês, e se encontrava nessa situação em 31 de dezembro de 2021.

Existe a possibilidade de a declaração ser retida pelo Fisco devido a algumas situações, como a apresentação de dados incoerentes, omissão de informações e valores, erros de digitação ou falta de algum documento necessário.

Esses são os principais motivos que tornam a malha fina tão comum nos dias de hoje. Por isso, quem ainda irá prestar contas à Receita Federal deve prestar bastante atenção no procedimento, desde a reunião dos documentos, inserção dos corretamente no programa, digitação adequada e envio.

Veja a seguir quais documentos são necessários na declaração do Imposto de Renda de 2022:

  • Informes de rendimentos;
  • Recibos de despesas médicas e com educação;
  • CPFs dos dependentes;
  • Informes de aplicações financeiras;
  • Recibos de aluguéis pagos ou recebidos;
  • Comprovantes de aquisições (documentos que comprovem a compra de imóveis ou veículos);
  • Comprovantes de dívidas contraídas (documentos que comprovem a contração de dívidas superiores a R$ 5 mil)
  • Documentos que registrem a posição acionária em uma empresa, se a pessoa tiver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *